A Justiça decretou, na  manhã desta sexta-feira (18), a prisão do líder grevista da PM na Bahia, o soldado Prisco. Segundo Prisco, em contato com a equipe de reportagem do Bocão News, o motivo da prisão seria "por incitar a tropa", revelou. 

Prisco está na 2ª Vara Crime acompanhado da advogada. "Isto é um absurdo. Mais um. E o governador não cumpre com o que deve cumprir", disse o soldado.

Ainda de acordo com o soldado com Marco Prisco, a prisão domiciliar o "proíbe de acesso a  frequentar quartéis, alojamentos, bem como, associações militares ou civis."


A prisão decretada é domiciliar, temporária e por tempo indeterminado. A associação dos policiais ainda não foi informada sobre a prisão de Prisco. O soldado informou que vai recorrer da decisão.informações do Bocão News

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top